Presidente do Tribunal de Contas de Alagoas recebe homenagem em Marechal Deodoro

Data publicação: 17/11/2017 16:05:24

Visualizações: 343

     Primeira mulher a assumir a cadeira de Presidente nos 70 anos de história do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, a conselheira Rosa Maria Ribeiro de Albuquerque foi uma das personalidades homenageadas com a Medalha do Mérito da República Marechal Deodoro da Fonseca, concedida pelo Governo do Estado, em solenidade comemorativa aos 128 anos da Proclamação da República, na última quarta-feira (15).

    Junto com ela foram homenageados o procurador-geral da Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto; o ambientalista Fernando José Mendes Pinto; o ex-presidente (hoje senador) da República, Fernando Collor de Mello; os ex-governadores Geraldo Bulhões, Moacir Andrade e Manoel Gomes de Barros; o industrial José Carlos Lyra Andrade; o presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas, deputado Luiz Dantas; o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador Otávio Luiz Praxedes; a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Santos Bogéa; o arquiteto Mário Aloísio Barreto Melo a estilista Martha Medeiros e o desembargador federal Rubens Canuto Neto.


QUEM É

 

   Natural de Limoeiro de Anadia, filha de Nivaldo Ferreira de Albuquerque e Maria Celina Ribeiro de Albuquerque, Rosa é formada em Direito pelo Cesmac e pós-graduada em gestão pública pelo Instituto Politécnico da Guarda (instituição de ensino superior pública portuguesa). Foi Secretária Municipal de Administração de Limoeiro de Anadia, Secretária Adjunta de Estado da Assistência Social e Procuradora Geral da Assembleia Legislativa.

    Em 2007 entrou para a história como a primeira mulher a assumir o cargo de conselheira do Tribunal de Contas de Alagoas. Ocupou as funções de ouvidora, corregedora, vice-presidente por dois biênios consecutivos e membro do Conselho Fiscal da Associação dos Tribunais de Contas do Brasil (ATRICON), sempre desempenhando suas funções em favor das boas práticas de governança pública. Em 2016 foi eleita por unanimidade para assumir a presidência do TCE no biênio 2017-2018, marcando mais uma vez seu nome na história de Alagoas como a primeira mulher a assumir o mais alto posto da Corte de Contas do Estado.


AGRADECIMENTO

 

   A comenda foi entregue em solenidade prestigiada por familiares e amigos da conselheira-presidente, na cidade de Marechal Deodoro, onde nasceu a República, cenário que lhe emocionou tanto quanto a honraria, que ela agradece com o seguinte texto: “Sempre que volto à cidade de Marechal Deodoro, a antiga Santa Maria Madalena da Lagoa do Sul, vejo com orgulho o velho casario, seus prédios históricos, que testemunharam os momentos significantes como o da transformação da Comarca em Província das Alagoas, em 16 de setembro de 1817. Esta é uma terra de vultos importantes, que andaram por este mesmo chão, sob as bênçãos de Nossa Senhora da Conceição: músicos, rendeiras, artesãos, poetas e famílias de militares como o clã dos Fonsecas, de onde saíram três marechais e vários outros oficiais. Aqui nasceram ainda, dentre outros, o grande pintor Rosalvo Ribeiro, o escultor Mestre Deodato, e o músico Nélson da Rabeca, que continua nos enlevando com sua música alegre e muito regional. Esta terra gerou, também, uma tradição de orquestras filarmônicas famosas, que sempre orgulharam os alagoanos, e das quais saíram músicos que encantaram e encantam o país. Dentre os vultos importantes, merece maior destaque o Marechal Deodoro da Fonseca, o proclamador da República e o primeiro presidente do Brasil, patrono da Medalha do Mérito da República, que hoje, com muita honra, recebo das mãos do governador Renan Filho, ao lado de figuras, representativas das Alagoas do Século 21. Muito obrigado, senhor governador Renan Filho pela distinção. Muito obrigado povo deodorense pela acolhida”.


Galeria